Ocupa Cultura UFPE: um sábado com cultura, arte e política

0

ocupaculturaufpeEstudantes e professores e técnicos mobilizados em greve da Universidade Federal de Pernambuco realizam este sábado (19/11), na Cidade Universitária, um dia de programação aberta no campus intitulado “Cultura Ocupa UFPE”. As atividades começam às 14 horas e incluem grupos musicais, como o Som da Rural e Matalanamão, e a intervenção de artistas, como Paulo Bruscky e Paulo Meira.

Estão previstas atividades para crianças e adultos, inclui jam de performes e DJs, apresentações teatrais, oficinas, exposições, contação de histórias e discussões sobre as medidas do Governo Temer que resultarão em precarização da educação, da saúde e da assistência social.

A programação completa, que se estende por toda a tarde e noite, pode ser conferida na tabela abaixo. Informações atualizadas e complementares também estarão sendo disponibilizadas na página do evento no Facebook.

A ideia do Cultura Ocupa UFPE é sensibilizar a comunidade acadêmica e a cidade em geral para o significado sociopolítico das ocupações. A proposta dos organizadores é realizar outras edições do Ocupa Cultura UFPE nos sábados 26 de novembro, 03 e 10 de dezembro, além de fazer uma vigília na forma de “virada cultural” na noite anterior à votação da PEC 55 no Senado. Na UFPE, os centros e prédios ocupados são: na capital, o Centro de Educação (CE), o Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), o Centro de Artes e Comunicação (CAC), o Centro de Biociências (CB), o Núcleo de Educação Física e Desportos (NEFD) e o Departamento de Enfermagem e dois Núcleos Integrados de Atividades de Ensino (Niate CFCH e Niate CB).

Confira a programação:

ocupaufpe_prog

Enquanto isso…

O Próximo domingo (20) é dia da consciência negra, e devido à importância dessa data, a ocupação do Cine Olinda preparou uma programação especial para que o público se sinta próximo ao tema. A programação começa terça, com dois filmes: ‘Straight Outta Compton’ ( dirigido por F. Gary Gray) e  ‘Sabotage, Maestro do Canão’, do diretor Ivan 13P.

Os dois filmes, além de tocarem na temática racial, fazem um diálogo com o rap. A exibição dos longas começa às 18h, com entrada gratuita. Apenas pedimos a colaboração não obrigatória do público, com a doação de alimentos e produtos de limpeza.

Compartilhe:

Sobre o autor

Jornalista formado, com mestrado e doutorado em Sociologia. Pesquisa formas periféricas de apropriação tecnológica e suas possíveis contribuições a movimentos sociais emancipadores na periferia do capitalismo tardio. Também se interessa pelas discussões atuais em torno do estatuto da propriedade intelectual, segurança em rede, privacidade e cidadania.

Deixe um comentário