Seminário na UFPE vai debater mídia e política no contexto do autoritarismo

0

O auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal de Pernambuco vai receber entre 1 e 3 de outubro o seminário Que País é esse – Comunicação e Política em uma Democracia em Crise. As implicações políticas, midiáticas e jurídicas da Vaza Jato, a proliferação do discurso de ódio e os desafios postos à comunicação publica e ao jornalismo independente são alguns dos temas que vão estar no centro das discussões.

O seminário é uma realização dos programas de pós-graduação em Comunicação (PPGCOM) e de Sociologia (PPGS) da UFPE, do Programa Fora da Curva e da Marco Zero Conteúdo. Na ocasião, estarão sendo comemorados os três anos de veiculação do Programa Fora da Curva na Rádio Universitária 99 FM e os quatro anos de aniversário da Marco Zero, completados em junho passado.

Logo na Conferência de Abertura, na noite da terça-feira (1), a relação entre comunicação e política será abordada na discussão sobre #VazaJato: as encruzilhadas da mídia, da política e da justiça, com o editor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori.

As decisões editoriais por trás da divulgação dos diálogos vazados entre os procuradores de Curitiba no telegram, sua implicação política, a estratégia de disseminação das reportagens e as pressões e ameaças sofridas por Demori e o editor-chefe Glenn Greenwald serão tratadas na Mesa coordenada pela professora do Departamento de Sociologia da UFPE Maria Eduarda Rocha e que terá como debatedores o jornalista Laércio Portela, editor da Marco Zero Conteúdo, e o doutor em ciência política pela USP Sérgio Ferraz.

“Política e comunicação são indissociáveis. Discutir essas relações é ainda mais importante no contexto em que vivemos no Brasil no qual as novas formas de comunicação política têm conferido uma centralidade muito grande às redes sociais e investido em formas de interação mais direta que exploram, sobretudo, a passionalidade das relações com os políticos”, analisa Yvana Fechine, uma das organizadoras do evento, professora do PPGCOM e integrante da equipe de coordenação do programa Fora da Curva.

O seminário vai trazer ao Recife pesquisadores sociais que têm feito algumas das análises mais aprofundadas sobre o processo de deterioração da democracia no Brasil desde o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) até a eleição e o governo Bolsonaro (PSL). É o caso da professora de pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Maria Helena Weber, da professora do Departamento de Sociologia da USP Angela Alonso e do professor do Departamento de Filosofia da USP Vladimir Safatle.

No segundo dia do seminário, Maria Helena Weber apresentará a conferência Transgressões da política e asfixia da comunicação pública. No terceiro dia, Angela Alonso discutirá a temática Política das ruas: os protestos no Brasil durante o governo Dilma e seus desdobramentos. Depois dela, Vladimir Safatle apresentará a palestra Emancipação das coisas, emancipação dos sujeitos.

A participação de Safatle é uma parceria com o Colóquio de Teoria Crítica do Recife promovido pelo Núcleo de Estudos em Filosofia Política e Ética/UFPE – Grupo de Estudos Adorno. Após a conferência, Safatle lançará o livro Dar corpo ao impossível: o sentido da dialética a partir de Theodor Adorno.

Para o coordenador da pós-graduação em Sociologia da UFPE, José Luiz Ratton, o seminário fortalece a perspectiva da universidade como local de debate de ideias. “A realização desse seminário tem uma importância fundamental nesse momento que vive o país. Reforça o compromisso de uma universidade pública, gratuita, comprometida com a produção de conhecimento que ajude a compreender e a transformar uma realidade de profundas desigualdades, de regressão de direitos, de ataque à democracia e à própria universidade pública. De uma universidade como espaço do compromisso com o desenvolvimento inclusivo do país”.

O processo de desmontagem da comunicação pública no Brasil e o debate em torno das possibilidades e limites de uma comunicação crítica também serão discutidos considerando o cenário atual do país em que a desinformação e a violação de direitos entram na agenda oficial do governo federal.

Professora do Departamento de Comunicação Social da UFPE e uma das coordenadoras do Fora da Curva, Paula Reis acha que o seminário é uma síntese do que motivou a criação do programa. “O jornalismo não é neutro, participação política é democracia e a universidade é essencial para mediar o debate sobre os problemas sociais. Entendemos a necessidade de manter esse espaço vivo para qualificar o debate com a participação de pessoas que jamais teriam espaço na mídia corporativa”, explica. O Fora da Curva é uma iniciativa de professores e alunos de comunicação da UFPE em parceria com entidades da sociedade civil, entre elas a própria Marco Zero Conteúdo.

As inscrições para as conferências e as mesas de debate são gratuitas e devem ser feitas por sessão no Sympla (https://is.gd/quepais). A entrada será liberada para não inscritos na medida em que haja disponibilidade de vagas no auditório. As conferências serão transmitidas ao vivo pelo canal da UFPE no Youtube e pelas redes sociais do Programa Fora da Curva.

Confira a programação completa do seminário

Data: 1 a 3 de outubro de 2019
Local: UFPE Campus Recife – Auditório Professor Denis Bernardes – Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA).

Realização:
Universidade Federal de Pernambuco: Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCOM), Programa de Pós-graduação em Sociologia (PPGS). Programa Fora da Curva (Proexc/NTVU/DCOM/DS), Marco Zero Conteúdo.

Inscrições gratuitas por sessão: https://is.gd/quepais

* O credenciamento será realizado até 15 minutos antes do início da sessão mediante apresentação de documento oficial com foto. Depois, a entrada será liberada para lista de espera.

1º dia – 1 de outubro de 2019 (terça-feira)

SESSÃO 1

18:00 -19:00 – Abertura oficial. Ato comemorativo. Conferência.
Coordenadora: Yvana Fechine (UFPE: Comunicação, Programa Fora da Curva)

Boas vindas: representações institucionais.

Intervenções: Adriana Santana (UFPE: Comunicação, Programa Fora da Curva), Sérgio Miguel (Marco Zero Conteúdo)

19:00 – 21:30 – Conferência

#VazaJato: as encruzilhadas da Mídia, da Política e da Justiça

Conferencista: Leandro Demori (Editor Executivo do The Intercept Brasil)
Coordenadora: Maria Eduarda Rocha (UFPE: Sociologia, Programa Fora da Curva.
Debatedores: Laércio Portela (Marco Zero Conteúdo) e Sérgio Ferraz (Doutor em Ciência Política – USP).

2º dia – 2 de outubro de 2019 (quarta-feira)

SESSÃO 2

09:00- 12:00 – Conferência

Transgressões da política e asfixia da comunicação pública

Conferencista: Maria Helena Weber (UFRGS: Comunicação)
Coordenadora: Paula Reis (UFPE: Comunicação, Programa Fora da Curva)
Debatedor:Juliano Domingues (UNICAP: Comunicação)

12:00-14:00 – Intervalo

SESSÃO 3

14:00- 18:00 – Mesa redonda

Política hoje: discursos de ódio e autoritarismo

Discussão em torno dos discursos autoritários e de ódio no Brasil, tentando entender causas e consequências.

Palestrantes: Artur Perrusi (UFPE: Sociologia), Diogo Cunha (UFPE: Ciência Política), Gustavo Gilson de Oliveira (UFPE: Educação)
Coordenadora: Fabiana Moraes (UFPE: Comunicação)
Debatedora: Carmem Silva (Pesquisadora do SOS Corpo)

18:00 – 19:00 – Intervalo

SESSÃO 4

19:00 – 21:00 – Mesa Redonda

Política hoje: formas de saber e sentir

Discussão sobre as novas formas de comunicação baseadas na deliberada desinformação e nas dimensões passional e estésica.

Palestrantes: Cynthia Hamlin (UFPE: Sociologia), Paolo Demuru (UNIP: Comunicação). Coordenador: Eduardo Duarte (UFPE: Comunicação)
Debatedores: Cristina Teixeira (UFPE: PPGCOM) e Érico Andrade (UFPE: Filosofia)

3º dia – 3 de outubro de 2019 (quinta-feira)

SESSÃO 5

09:00- 11:00 – Mesa redonda

Comunicação crítica: limites e possibilidades

O papel das formas de comunicação alternativas no “ecossistema” de mídias do Brasil hoje (comunicação pública, jornalismo independente).
Coordenador: Cássio Uchôa (NTVRU).

Palestrantes: Ana Veloso (Obmídia, ex-integrante do Conselho Curador da EBC), Paula Reis (Programa Fora da Curva, Rádio Universitária Paulo Freire), Inácio França (Marco Zero Conteúdo). Debatedor: Gustavo Almeida (Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC)

11:00 – 12:00 – Intervenções

Jornalismo “fora da curva”: aprendizados

O Programa Fora da Curva como experiência de formação e de comunicação pública transmídia.

Coordenação: Bruno Nogueira e Cecília Almeida (UFPE: Comunicação, Fora da Curva). Participações: Manina Aguiar (Centro de Mulheres do Cabo), Eddie Rodrigues (produtor associado do Programa Fora da Curva), bolsistas do Programa Fora da Curva.

12:00-14:00 – Intervalo

SESSÃO 6

14:00- 17:00 – Conferência

Política das ruas: os protestos no Brasil durante o governo Dilma e seus desdobramentos

Conferencista: Angela Alonso (USP: Sociologia)
Coordenador: José Luiz Ratton (UFPE: Sociologia)
Debatedor: Joanildo Burity (FUNDAJ, UFPE: Sociologia)

17:00- 17:30 – Intervalo

17:30 – 19:00 – Fórum interprogramas

Emancipação das coisas, emancipação dos sujeitos

Coordenador: Filipe Campello (UFPE: Filosofia)
Palestrante: Vladimir Safatle (USP: Filosofia)
Debatedores: Franciele Petry (UFSC: Filosofia) e Maria Eduarda da Mota Rocha (UFPE: Sociologia)

Compartilhe:

Sobre o autor

Deixe um comentário