ZapMulher“É por isso que hoje nós estamos na 21ª posição do Ideb entre as capitais brasileiras. Teresina, que gasta metade do que o Recife gasta, tem uma posição muito maior que a nossa. Enquanto nosso Ideb é de 3.5 nos Anos Finais, o de Teresina é de 5.2, investindo metade. Isso significa que o problema não é dinheiro. O problema é gestão”, Priscila Krause em vídeo no seu Facebook oficial, no dia 23 de setembro.

Priscila Krause (DEM) continua utilizando os números do Ideb 2015 para criticar a gestão da educação no Recife. Desta vez ela comparou o desempenho da capital pernambucana com a capital do Piauí, Teresina. O Truco Eleições 2016 – projeto de fact-checking da Agência Pública em parceira com a Marco Zero Conteúdo – checou os dados e chegou à conclusão de que a candidata está correta. Por isso, ela recebe a carta Zap.

Recife de fato ocupa a 21a posição entre as capitais no Ideb do 9o ano, o ano final do Ensino Fundamental, com nota 3,5. Teresina, por sua vez, está no terceiro lugar neste mesmo ranking com nota 5,2. Enquanto o Recife nunca conseguiu atingir a meta estipulada pelo MEC para o 9o ano desde 2007, Teresina bateu a meta em 2007, 2009, 2011 e 2015.

O Truco Eleições 2016 também checou o nível de gastos das duas prefeituras com a educação fundamental por meio do Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Educação, gerido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Segundo o Siope, Recife gastou R$ 609.408.477,00 com o ensino fundamental em 2015, 96% a mais do que o valor de Teresina com R$ 310.662.232,00. Considerando nestes montantes recursos do Fundeb, despesas próprias e despesas vinculadas.

Se considerarmos apenas os recursos próprios gastos pelas prefeituras no ensino fundamental a diferença entre as duas cidades fica ainda maior, de 282%. A Prefeitura do Recife gastou R$ 374.054.062,47 e a de Teresina R$ 97.364.171,53.

Apesar de possuir o dobro da população total de Teresina (1.625.583 contra 847.430 – estimado IBGE 2016), Recife tem matriculados 12% a mais de alunos no ensino fundamental da rede municipal pública em relação à mesma rede da capital piauiense. Isto acontece porque parte importante dos alunos do ensino fundamental do Recife estuda em escolas da rede pública estadual.

O Censo Escolar da Educação Básica, produzido pelo Inep, indica a matrícula de 66.008 alunos do ensino fundamental na rede pública municipal do Recife e 58.898 na rede pública municipal de Teresina em 2015.

(Laércio Portela)