Marco Zero e Alma Preta vão dar minicurso de crítica de mídia no Festival 3i

0

Os portais de jornalismo independente Marco Zero Conteúdo (PE) e Alma Preta (SP) vão ministrar juntos o workshop Leitura Critica de Mídia e Conteúdos Online na 2ª edição do Festival 3i – Inovador, Inspirador e Independente, que se realizará entre os dias 18 e 20 de outubro no Rio de Janeiro.

Com duração de três horas o minicurso tem o objetivo de estimular a reflexão crítica sobre a produção e a circulação de conteúdos na mídia tradicional e nas mídias digitais – no cenário de disseminação de desinformação – e sua interferência na qualidade do debate público.

Serão dois blocos. O primeiro terá como referência a pesquisa Narrativas Brancas, Mortes Negras, que analisa a cobertura da Folha de S. Paulo sobre as rebeliões em presídios de Manaus, Boa Vista e Natal no início de 2017. O estudo é uma parceria da Iniciativa Negra Por uma Nova Política Sobre Drogas (INNPD), Centro de Estudo Latino Americano Sobre Cultura e Comunicação (CELACC-USP), Ponte Jornalismo e Alma Preta.

No segundo bloco, serão debatidos o contexto político da difusão de desinformação nas plataformas digitais e as formas de sua propagação. Com os exemplos do caso Marielle, da eleição de 2018 e do governo Bolsonaro, quando a desinformação passa a compor o modelo de comunicação oficial. Serão evidenciados também os desafios da produção de conteúdo jornalístico no ambiente hiperconectado.

O workshop, que acontecerá entre as 14h e 17h do dia 18 de outubro, será ministrado pelos jornalistas Laércio Portela e Pedro Borges.

Laércio Portela é co-fundador da Marco Zero Conteúdo. Trabalhou no Jornal do Commercio e no Diario de Pernambuco. Em Brasília, atuou na comunicação do Ministério da Saúde e da Presidência da República. Assina o argumento da série de TV Vulneráveis, que conta o impacto humano de grandes obras no interior de Pernambuco, e é co-roteirista do documentário Bora Ocupar, sobre as ocupações secundaristas nas escolas públicas do Recife em 2016.

Pedro Borges é co-fundador e editor chefe do Alma Preta. Jornalista formado pela UNESP, compõe a Rede de Jornalistas das Periferias, é colunista da Mídia Ninja e do Do Lado de Cá. Pedro também é da Coalizão Negra por Direitos.

As incrições para o Festival 3i e os nove workshops que serão oferecidos podem ser feitas pelo Sympla.

O primeiro dia do Festival será dedicado exclusivamente aos workshops, ministrados pelas entidades que fazem parte do Conselho Curador do 3i (Agência Pública, Congresso em Foco, Énois, Jota, Marco Zero Conteúdo, Nexo, Nova Escola, Poder360, Ponte Jornalismo, Projeto #Colabora e Repórter Brasil).

Além da Leitura Crítica de Mídia, haverá cursos de Fact-cheking, Lei de Acesso à Informação, Cobertura de Protestos, Como Escrever um Projeto, Podcast, Segurança Digital para Jornalistas, Como Fazer Vídeos para Online e Iniciação à Reportagem Investigativa.

DIVERSIDADE

O sábado e o domingo serão dedicados a mesas de discussão e exposições. Jornalistas de oito países estarão reunidos para discutir os desafios e o futuro do jornalismo no Brasil e no mundo.

A jornalista Carol Monteiro, co-fundadora da Marco Zero Conteúdo, vai mediar a mesa Quem tem voz nas redações?, que discutirá como as organizações digitais trabalham internamente com suas equipes e quais os desafios para ampliar a diversidade nas redações. Participarão do debate um representante do Coletivo La Garganta Poderosa, da Argentina; Andre Santana, da Midia Étnica e Correio Nagô, de Salvador; e Paula Cesarino Costa, editora de Diversidade da Folha de S.Paulo.

Carol Monteiro é doutora em Design pela Universidade Católica de Pernambuco e coordena o primeiro curso de pós-graduação em Jornalismo Independente, também na Unicap. Atuou durante 17 anos na redação do Diario de Pernambuco, onde foi repórter, editora-assistente e Editora de Internet até o início de 2015.  É presidenta do Conselho Diretor da Marco Zero.

Entre os convidados internacionais da 2ª edição do Festival 3i estarão os jornalistas Glenn Greenwald (The Intercept Brasil), Maria Teresa Ronderos (Centro Latioamericano de Investigación Periodistica ), Millie Trans (New York Times – EUA) Esther Alonso (El Diario – ES), Giannina Segnini (Universidade de Columbia), Tania Montalvo (Animal Politico – MEX), Ariel Merpet (Chequeado – ARG), Nelly Amancio (Ojo Politico – Peru) e Darryl Holliday (City Bureau – EUA).

Todos os ingressos para o Festival 3i dão direito à participação nas mesas do sábado e do domingo, além da palestra de abertura na sexta-feira à noite. Para participar dos workshops é necessário comprar um ingresso especial que dá direito à inscrição em uma das nove oficinas. Cada uma delas tem 25 vagas. A escolha do workshop deve ser feita no ato da compra, pela plataforma de venda de ingressos.

Serviço
O que: Festival 3i
Data: 18, 19 e 20 de outubro de 2019
Local: Fundição Progresso – Rua dos Arcos, 24 – Centro – Rio de Janeiro.
Ingressos (R$ 320,00 e R$ 185 (inclui um workshop), R$ 270 e R$ 135.

Compartilhe:

Sobre o autor

Deixe um comentário